DER analisa pesquisa da CNT e reforça que 74% das estradas estaduais estão em boas condições de tráfego

19 de outubro de 2018 - 08:36

Estradas são muito mais que meros caminhos, elas possibilitam a passagem do progresso, a integração de povos e até a realização de sonhos. Com essa perspectiva, a segurança e o bom estado de conservação das rodovias estaduais são preocupação constante do Departamento Estadual de Rodovias – DER, e balizam a aplicação dos recursos públicos na área. Para isso, o órgão mantém um grupo técnico de trabalho, juntamente com a Secretaria da Infraestrutura – Seinfra, com o objetivo de verificar a melhor forma de investir na melhoria viária do estado. Dessa forma, a pesquisa da Confederação Nacional do Transporte – CNT, divulgada esta semana, é um dos instrumentos utilizados pelo grupo, já que apresenta dados relevantes para análise.

É importante ressaltar que os dados apresentados pela pesquisa não abrangem todas as rodovias estaduais conservadas pelo DER. Ao contrário, dos 8,028 mil Km de rodovias pavimentadas conservadas pelo DER, apenas 1.211 Km, ou seja, 15,08% de rodovias estaduais, foram analisados pela CNT. Levando em consideração que a malha total avaliada pela CNT no Estado do Ceará no ano de 2018 foi de 3.640 Km, compreendendo trechos de jurisdição Federal e Estadual, evidencia-se que apenas 33% das rodovias pesquisadas são de jurisdição estadual, enquanto os outros 67% são de jurisdição federal.

As variáveis consideradas pela CNT para formulação do resultado do indicador, conforme o próprio relatório daquela instituição, são: condição do pavimento, sinalização e geometria da via.

Na variável de ‘Sinalização’, executada em parceria com o DETRAN, o Departamento Estadual de Rodovias implementou recentemente em seus procedimentos o ensaio de retrorreflectividade, garantindo a visibilidade da sinalização viária durante a noite. Outra ação que está sendo realizada é a adequação dos novos projetos de sinalização para o modelo BR-LEGAL aplicado pelo DNIT nas rodovias federais.

Na variável ‘Geometria da via’, o DER vem executando melhorias com o aumento de capacidade de determinadas rodovias, ampliando suas larguras de 7 para 10 metros (pista+acostamento), proporcionando maior conforto e segurança para os usuários.

Já com relação à ‘Condição do Pavimento’, o órgão realiza a conservação rotineira, recuperação funcional e obras de restauração. Considerando apenas as rodovias pesquisadas pela CNT, desde 2010, mais de 833 Km de rodovias foram restauradas ou duplicadas pelo órgão, sendo 466 Km destes apenas entre os anos de 2015 e 2018. Outros 193 Km de duplicação/restauração já estão em andamento, devendo ser finalizados ainda em 2018 e 2019.

Outros parâmetros

O DER também reforça que anualmente realiza em toda sua malha pavimentada o Levantamento Visual Contínuo – LVC, com metodologia baseada no DNIT. O LVC fornece, a partir da avaliação dos defeitos de superfície encontrados em campo nos pavimentos das rodovias do Estado, o indicador da qualidade da malha estadual em determinado ano. Esse indicador, em 2017, constatou que o pavimento das rodovias estaduais encontrava-se com 74,03% em qualidade “Boa”. O LVC do ano de 2018 já está em fase final de execução, devendo ter seu resultado apresentado na segunda quinzena de novembro.

É importante lembrar que o DER realiza, ainda, intervenções em rodovias que não estão contempladas pela pesquisa da CNT, mas que são importantes para o desenvolvimento econômico e social do Estado do Ceará. Nos anos de 2015, 2016 e 2017, foram executadas obras de duplicação, restauração e pavimentação em mais de 1.600 Km de rodovias, totalizando um investimento de aproximadamente 1,28 bilhão de reais. Já em 2018, são 963,64 Km de rodovias com obras concluídas ou em andamento, a um investimento de 1,03 bilhão de reais.